Andador para idoso facilita caminhada com segurança

É normal, com o passar do tempo, que o corpo vá perdendo sua força natural, principalmente nos membros inferiores. Assim, atividades que antes eram simples, como caminhar, se tornam cada vez mais difíceis. Pessoas de idade avançada, ou que possuem alguma lesão que dificulte o deslocamento, muitas vezes necessitam da ajuda de apoios como o andador para idoso para garantir um dia a dia mais funcional.

É importante escolher o andador para idosos correto para cada necessidade. Senão, corre-se o risco de agravar o problema.

Acompanhe este artigo para descobrir quais são e como escolher os modelos de andador para idosos ideais para cada caso:

O que é o andador para idoso?

O andador funciona como um apoio e permite a marcha, ou seja, o ato de andar de forma equilibrada e segura para quem perdeu a força e o equilíbrio.

O andador, diferente das bengalas por exemplo, tem mais de um ponto de apoio no chão, o que aumenta a base de suporte e dá mais estabilidade ao usuário.

Além disso, propicia maior senso de segurança àquelas pessoas que têm medo de cair ao caminhar.

 

Para que tipo de limitação serve o andador de idosos?

Entre os aparelhos que existem para ajudar no deslocamento e autonomia de quem precisa, a cadeira de rodas é mais indicada para quem perdeu ou tem pouca mobilidade em suas pernas.

Já a bengala é ideal para quem tem ou está com a locomoção reduzida, mas ainda consegue se equilibrar com o apoio de um ponto.

Desta forma, o andador para idoso é uma boa pedida para quem não se sente seguro com o uso da bengala, mas também não precisa da cadeira de rodas.

Com uma área e pontos de apoio maior, os andadores garantem mais segurança para o usuário, auxiliando na sustentação do peso do corpo, tanto para caminhar como para apenas ficar em pé.

O uso do andador é essencial para ter mais autonomia de quem quer andar sem a ajuda de cuidadores, garantindo a independência nas atividades rotineiras e até ajudando na inclusão durantes atividades sociais.

 

Os tipos de andadores para idosos

andador

Normalmente são encontrados no mercado três tipos de andadores de idosos, que diferem principalmente na questão dos apoios, confira:

Andador fixo

Este modelo é aquele com quatro pontas de borracha, sendo uma boa pedida para quem precisa de mais estabilidade e segurança.

É indicado para pessoas com fraqueza nas pernas, mas que têm uma certa força nos membros superiores, pois o equipamento precisa ser levantado e colocado à frente a cada passo.

Este andador exige um maior gasto de energia, mas costuma ter um preço mais interessante.

Uma das suas desvantagens é que a marcha costuma ser mais lenta na comparação com outros modelos.

Andador com rodas dianteiras

Este modelo híbrido conta com duas rodas na frente e duas ponteiras de borracha fixas nos apoios de trás.

Sua principal característica é a praticidade, já que não é mais necessário erguer o equipamento para caminhar.

Em comparação com o andador fixo, este modelo oferece uma marcha mais rápida.

Andadores com quatro rodas

Este modelo de andador apresenta quatro rodas que podem ser fixas ou giratórias.

O andador de quatro rodas tem a vantagem de permitir uma marcha mais rápida, mas não é indicado para pacientes que precisam de segurança, já que existe o risco de perder o controle sobre o equipamento.

 

 Andador de idoso: como escolher o ideal?

Apesar de terem estrutura bem semelhante, inclusive sendo feitos de materiais parecidos, os modelos de andadores podem ter algumas diferenças importantes.

Conheça os principais pontos que devem ser levados em consideração ao comprar um andador:

  • Regulagem da altura:  Procure um andador para idoso com regulagem de altura para garantir o conforto com a personalização;
  • Resistência e capacidade: Não se esqueça de observar o peso suportado pelo seu andador, normalmente o equipamento suporta até 130 kg;
  • Fixo ou com rodas? Pés fixos ou com rodinhas? Melhor optar pelo modelo que mais se encaixa à necessidade e ao conforto do paciente;
  • Facilidade de carregamento: Observar se o andador é dobrável, o que facilitará o deslocamento em porta malas de carros, por exemplo
  • Indicação: Siga as indicações médicas, e também de profissionais de lojas especializadas.

 

Material e especificações do andador de idosos

Feitos em alumínio tubular, os andadores de idosos precisam ser leves ao mesmo tempo que são estáveis o bastante para dar a segurança que o usuário precisa.

Independentemente do modelo, os andadores costumam ter de 80 a 90 cm de altura, sendo indicados para pessoas de 1,50m até 1,90m.

Podem ser regulados para dar mais conforto ergonômico ao idoso.

Em relação ao peso, a maioria dos modelos tem capacidade de suportar pacientes de até 130kg.

 

Cuidados durante o uso do andador

Apesar de ser uma ferramenta importante de autonomia, os andadores para idosos também requerem um pouco de atenção quando falamos de segurança.

Deve-se evitar o uso do andador para subir ou descer escadas, inclusive as rolantes. O cuidado deve ser redobrado quando usado em rampas e terrenos inclinados.

O ideal é que todos os ambientes da casa sejam pensados levando em conta o uso do aparelho. Confira:

  • Evite o uso de tapetes no chão
  • As portas e corredores devem ser largos o suficiente
  • Cuide para que os pisos não sejam escorregadios
  • Preste atenção caso existam crianças pequenas ou pets em casa
  • Libere o caminho onde o usuário vai passar com o andador
  • Remova obstáculos como fios e cabos
  • Mantenha móveis e objetos encostados na parede

 

Andadores de idosos, segurança

Apesar dos cuidados com idosos, os casos de queda infelizmente não são incomuns sendo uma das principais causas de hospitalizações e procura de prontos socorros.

As quedas muitas vezes ocasionam fraturas sérias e de difícil tratamento, além de também poderem ser responsáveis pelo medo de voltar a cair, minando a segurança do usuário de voltar a andar normalmente.

Por esta razão, é importante que, independentemente, do modelo escolhido, o usuário tenha acompanhamento de fisioterapeuta ou outro profissional quando iniciar o uso do andador, treinando a marcha e as atividades rotineiras.

 

Só idosos usam andadores?

Apesar de serem mais encontrados para pessoas com mais idade, os andadores podem ser indicados e prescritos para qualquer pessoa com dificuldades de locomoção.

Muitas vezes, o andador pode ser usado também para a reabilitação em pacientes voltando a andar aos poucos por conta de lesões.

Existem, inclusive, modelos de andador infantis, usados para crianças com dificuldades de mobilidade, para quem as cadeiras de rodas não são indicadas.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *