idoso sendo cuidado em casa

Cuidados com os idosos: como fazer isso da forma correta

Cuidados com os idosos. Quem, em algum momento da vida, não se vê diante da responsabilidade de cuidar do pai, da mãe ou de algum parente?

Essa realidade é cada vez mais presente no dia a dia das famílias. Com a medicina avançada, as pessoas estão vivendo mais.

Segundo o IBGE, o número de pessoas com mais de 60 anos já ultrapassa a marca de 30 milhões no Brasil.

A longevidade, no entanto, traz com ela os problemas comuns à terceira idade.

Perda de audição, piora na visão, enfraquecimento dos músculos e dificuldade de locomoção são apenas alguns dos sintomas associados ao envelhecimento.

Estas condições podem dificultar bastante a vida do idoso.

Mesmo que ele seja independente e dispense a presença de um cuidador, é preciso tomar alguns cuidados e fazer adaptações para facilitar atividades, garantir a segurança e melhorar a qualidade de vida.

Neste artigo você vai conhecer dicas de como tornar mais fácil os cuidados com os idosos.

Continue acompanhando.

Por que os cuidados com os idosos são importantes

cuidado com os idososCom a chegada da idade, é normal que os idosos percam a sua autonomia e precisem do auxílio de aparelhos ou de outras pessoas para realizar atividades que antes eram corriqueiras.

Tomar cuidado com adaptações do ambiente pode prevenir lesões e até a piora em quadros de saúde já bastante complicados.

Pessoas com idade avançada que tomam muitos remédios também precisam de supervisão constante; o esquecimento, tão comum nesta fase da vida, pode prejudicar e muito os tratamentos medicamentosos, que devem ser feitos com precisão.

É importante lembrar que os cuidados com idosos vão além da prevenção de acidentes e supervisão de tratamentos. Devem servir para melhorar a qualidade de vida de quem já não possui a mesma saúde e disposição física.

 

Quem pode ser responsável pelos cuidados com os idosos

Cuidar de idosos não é tarefa fácil. Além das limitações por conta da idade, muitas vezes os cuidadores também precisam lidar com algum problema de saúde ou condição debilitante.

Entre as opções mais comuns estão as casas de repouso, a contratação de um cuidador profissional ou ainda a permanência em casa com a família.

Conheça as vantagens e desvantagens de cada tipo de cuidado.

Casa de repouso para idosos

Antigamente chamadas de asilos, as casas de repouso são uma opção para quando a família, por qualquer razão, não tem condições de manter o idoso em casa.

As instalações costumam ser adaptadas para todos os tipos de debilidades, com pisos antiderrapantes, rampas e barras de apoio.

Algumas casas de repouso contam com assistência especializada 24 horas por dia. Os cuidados prestados por elas são tão importantes, que desde 2005 são reguladas pela ANVISA.

 

Cuidador de idosos

Apesar de ser uma atividade praticada há muito tempo, a profissão de cuidador só foi regulada há alguns anos.

O cuidador deve ter passado por um curso específico reconhecido pelo MEC.

Alguns também possuem formação na área de saúde, como enfermagem ou mesmo primeiros socorros. O pagamento, geralmente, é feito por hora trabalhada, ou por plantão prestado.

O cuidador é responsável por fazer companhia para o idoso, cuidar da sua alimentação e higiene, dar remédios e até acompanhar em atividades fora de casa, como consultas médicas e caminhadas.

Cuidados com idosos no domicílio

Viver em local conhecido e cercado pela família é uma das maiores vantagens do idoso que resolve viver em casa ou no lar de parentes.

Normalmente, os cuidados com idosos são divididos entre os membros da família, que podem revezar turnos ou atividades, como alimentação, higiene e horário certo de tomar os remédios.

Mesmo que assistido por um cuidador profissional, esta costuma ser uma opção mais barata do que as casas de repouso.

Neste caso, é importante pensar nas adaptações físicas da casa, como rampas e barras de apoio e em produtos, como a cama hospitalar, que ajudam na rotina de cuidados.

Produtos que facilitam os cuidados com pessoas de mais idade

O mercado oferece uma variedade grande de produtos para facilitar os cuidados com os idosos no dia a dia. Para garantir o conforto, a segurança e a qualidade de vida vale a pena apostar neles.

Os principais são:

Bengalas e andadores

andador para seguranca do idoso       bengala para idosos

 

Com o enfraquecimento dos músculos, é normal que as pessoas tenham dificuldade de andar como faziam antigamente.

Bengalas e andadores são equipamentos importantes para dar segurança e liberdade para pessoas com dificuldades de equilíbrio e locomoção. Ambos podem ser usados dentro e fora de casa.

bengala ajuda a distribuir melhor o peso do corpo. São bem leves e costumam ter um preço acessível.

O andador é mais estável, por conta de seu apoio em quatro pontos e sua base maior. Mas, como precisa ser levantado a cada passo, acaba por deixar a caminhada mais lenta.

Barras de apoio

São indicadas para servir de apoio a pessoas com dificuldade de locomoção ou equilíbrio.

De fácil instalação e em vários tamanhos, são geralmente colocadas em banheiros, corredores ou outras dependências.

Cuide para que fiquem na altura e na posição ideais para facilitar a pegada por parte do idoso.

Cadeira de rodas para banho

cadeira de rodas para banho de idoso

A cadeira de rodas para banho é indicada para quem está em uma condição de limitação na mobilidade. Leve, compacta e prática, possui regulagem na altura.

Uma das vantagens é que pode ser dobrada, o que facilita o transporte e armazenamento.

Fraldas geriátricas

As fraldas geriátricas são indicadas para pacientes acamados ou com pouca mobilidade. Afinal, idas ao banheiro podem ser bem complicadas e demoradas.

As fraldas também são ideais para idosos que sofrem com incontinência urinária, principalmente durante a noite.

Lençol impermeável e capa protetora para colchão

Outros produtos indicados para pessoas com incontinência urinária são os lençóis impermeáveis e as capas de silicone para colchão.

Ambos protegem o colchão e a cama no caso de acidentes com idosos que não conseguem segurar a urina, podendo ser limpos e trocados com facilidade.

Além disso, são essenciais para a rotina de banho e higiene para acamados e pacientes com mobilidade limitada.

 

Como cuidar dos idosos em casa

A queda é o acidente mais comum entre os idosos, mas existem outros perigos dentro de casa.

O ideal é preparar o espaço para que as pessoas mais velhas consigam realizar as atividades do dia a dia sem risco de lesões.

Veja algumas adaptações fáceis de serem aplicadas para deixar a o espaço mais seguro e confortável:

  • Rampas no lugar de escadas
  • Piso antiderrapante em áreas de passagem e áreas molhadas
  • Barras de apoio ao lado do sanitário e dentro do box de chuveiro
  • Adaptar a disposição dos móveis para facilitar a circulação
  • Tirar tapetes e objetos que possam causar tropeços do caminho
  • Cuidar com animais, como cachorros, que pulam nas pessoas e ficam pelo caminho

 

Conclusão

A longevidade é uma benção, pois é muito bom ter os pais ou os avós e tios que a gente tanto gosta mais tempo perto da gente.

Só que, ao viverem mais, os idosos vão precisar de atenção redobrada.

Como vimos no artigo, basta ter alguns cuidados relativamente simples para que possamos desfrutar de todo o carinho e alegria que os idoso costumam trazer para a família.

Se gostou, compartilhe com os amigos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *