Cuidados com a pele no verão: o que você precisa realmente saber

Estamos em pleno verão, tempo de muito calor. E com o aumento das temperaturas também cresce a vontade de ir à praia ou a piscina e tomar muito sol para conquistar aquela pele bronzeada.

Mas é justamente no verão que a nossa pele precisa de cuidados redobrados!

Fale a verdade, quantas vezes o sonho de verão não se transformou no pesadelo da queimadura?

Por esta razão, separamos algumas dicas de cuidados com a pele no verão para passar pela estação sem traumas e bem saudável.

Acompanhe:

 

Por que ter cuidados com a pele no verão

Cuidados com a pele no verão

Tomar sol é essencial para a saúde. Além de nos deixar mais felizes, os raios solares são necessários para a fixação da vitamina D.

É a vitamina D que regula a absorção de cálcio e fósforo, fortifica os ossos e músculos, e ainda contribui para o bom funcionamento do cérebro e do coração.

Mas, em excesso, e fora do horário recomendado, o sol e a sua radiação UV podem causar alguns destes danos:

1 – Aumento do risco de câncer de pele

2 – Queimaduras

3 – Envelhecimento da pele, com formação precoce de rugas

4 – Manchas na pele

5 – Reativação do vírus da herpes em quem já sofre com a doença

 

Veja as dicas para cuidar da pele no verão

Para uma pele sempre bonita e brilhante, é importante que as precauções não se limitem aos meses mais quentes do ano.

Mas como no verão ficamos com mais pele à mostra e a radiação solar aumenta, precisamos nos cuidar, confira as dicas:

1- Protetor solar o tempo todo

Você já deve estar cansado de saber que é preciso usar protetor solar o tempo todo, certo?

Mas para que ele funcione direitinho é preciso seguir as recomendações dos fabricantes:

  • Aplicar pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol
  • Espalhar bem pelo corpo todo, inclusive embaixo da roupa de banho, sem esquecer pés, dedos e orelhas
  • No verão, o suor também aumenta. Por isso, reaplique o protetor a cada duas horas, ou a cada mergulho na água
  • Dê uma atenção especial na hora de passar protetor em tatuagens e cicatrizes

Atente-se também ao tipo de protetor.

Pessoas com pele morena podem usar um filtro com FPS 30 a 60 enquanto os FPS 90 a 100 são indicados para pessoas com a pele mais clara.

E, ao contrário do que muitos imaginam, pessoas com a pele negra também precisam de proteção solar o tempo todo.

2 – Roupas e acessórios

viseira com UVv

 

Além do protetor solar convencional, você pode, e deve, contar com barreiras físicas como roupas e acessórios com proteção UV, principalmente para quem quer praticar esportes ao ar livre e vai acabar exposto ao sol durante bastante tempo.

Você encontra, por exemplo, chapéus, bonés e viseiras que conseguem bloquear a maior parte dos raios UV solares, que são tão prejudiciais para nossa pele a longo prazo.

Outra dica é sempre que possível procurar uma sombra. Na praia, o guarda-sol costuma ser um aliado, mas,  opte pelos modelos com tecidos mais grossos.

E, seja qual for a barreira física contra o sol, sempre mantenha o corpo bem coberto com protetor solar. 

 

3 – De olho no relógio

Fique ligado no horário! Evite a todo custo pegar sol entre 10h da manhã e 4h da tarde.

Nesse período, as radiações do sol estão mais fortes e a chances de você ficar com aquela queimadura dolorosa aumentam.

Além disso, nesse horário, os raios de sol são culpados por aumentar as chances de desenvolver até problemas mais sérios, como câncer de pele.

Se estiver ao ar livre nesse período, procure ficar na sombra ou se proteger ainda mais com protetores solares e acessórios físicos e bloqueadores de raios UV.

 

4 – Hidratação e pós-sol

A hidratação da pele merece atenção redobrada nos cuidados com a pele no verão. Com o calor, atividades físicas e mais suor, nosso corpo perde muita água nesta época.

Além de tomar um banho, de preferência frio, para retirar a água salgada do mar ou cheia de cloro da piscina, também vale aplicar um bom hidratante assim que sua pele estiver seca.

Mas a hidratação também acontece de dentro pra fora. Por isso, aumente a ingestão de líquidos, dando preferência para água, suco natural de frutas e água de coco.

 

 

 Cuidados com a pele no verão para grupos de riscos

Grávidas, idosos e crianças estão nos grupos que mais sofrem com o excesso de sol no verão.

Veja os cuidados especiais para cada um:

Grávidas

Durante a gestação, a pele da grávida tem uma tendência a ficar mais escura no rosto e em outras partes do corpo, além de inchaços, situações que pioram com a exposição ao sol.

Na hora de escolher o protetor, vale contar com a ajuda do seu obstetra.

Vale também contar com um dermatologista, pois durante a gravidez é comum o aparecimento de acnes.

 

Crianças

mãe cuidando da pele da criança no verão

Com uma pele muito sensível, as crianças estão entre as que mais sofrem com o excesso de sol e as temidas queimaduras.

Como os danos da radiação são cumulativos, todo o sol tomado de maneira errada nessa idade pode prejudicar as crianças com o passar dos anos.

O protetor solar é indicado para crianças a partir dos 6 meses.

Antes disso, as barreiras físicas são a melhor proteção, além de tomar cuidado com outros fatores como o horário e a frequência da exposição ao sol.

O ideal é que o bebê tome um banho de sol por 5 a 10 minutos todo dia, pela manhã ou no fim da tarde.

 

Idosos

É comum que, com a idade, a pele vá ficando mais fina e sensível, precisando de mais cuidados quando chega o verão.

Além dos cuidados básicos de hidratação e proteção solar, idosos devem se preocupar com queimaduras e outras lesões, que podem acontecer mais facilmente e demorar para cicatrizar.

 

Não tomei cuidado com a pele, e agora?

Ok, você deu aquela vacilada, tomou sol demais e sua pele está bem ruim, e agora?

Se o problema são as queimaduras e você está com a pele vermelha demais, o ideal é fazer o possível para diminuir o desconforto e a dor.

Prefira banhos frios, abuse de cremes hidratantes e loções especiais para peles queimadas.

Também vale fazer compressa com água gelada nos lugares mais afetados.

Usar saquinhos de chá verde e fatias de pepino na área também é uma boa ideia.

Caso a queimadura for mais grave, e além do desconforto, você também estiver com febre, pode ser a hora de procurar um médico.

Se já chegou ao momento que sua pele está descascando é porque ela ressecou tanto que começou a se soltar. Invista na hidratação, tanto bebendo líquidos, quanto passando cremes.

Em ambos os casos, fuja do sol nos próximos dias. Além de piorar o quadro, você pode ganhar manchas bem feias se insistir no erro.

Conclusão

O sol é essencial, mas ficar exposto demais traz mais malefícios do que benefícios.

Com os cuidados básicos que listamos aqui, você e sua família aproveitam numa boa, sem riscos de estragar os tão desejados dias de descanso e curtição na praia ou na piscina.

Por mais que seja gostoso estar ao ar livre e debaixo do sol, sempre atente-se à proteção.

De resto, aproveite seu verão.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *