Dicas para escolher a cama hospitalar corretamente

Os diferentes tipos de cama hospitalar são recursos importantes no tratamento médico em ambiente domiciliar, favorecendo a recuperação do paciente. Mas o que deve ser levado em conta na hora de escolher a cama hospitalar?

Os modelos variam conforme o perfil do paciente, de acordo com suas necessidades e características.

Outras variáveis dos modelos são as dimensões do produto, indicação de uso, estado clínico, idade, peso e nível de dependência do paciente.

A escolha também deve ser feita com base no espaço disponível no ambiente de instalação e no tempo estimado de utilização do equipamento.

São tantas variáveis, que as pessoas que buscam melhorar a qualidade de vida de seus pais ou parentes têm muitas dívidas e dificuldade para escolher uma cama hospitalar, mesmo depois de receber a indicação médica.

Neste post, vamos listar os principais pontos a serem analisados antes de você fazer a escolha.

escolher a cama hospitalar

Função da cama hospitalar

As camas hospitalares são também chamadas de camas articuladas ou camas ortopédicas.

São especialmente indicadas para idosos, pessoas doentes, em recuperação domiciliar ou com mobilidade reduzida e necessidade de repouso.

A função da cama hospitalar é oferecer conforto e segurança para o acamado.

Além disso, elas facilitam as tarefas do cuidador e ou da equipe médica e de enfermagem.

Modelos mais funcionais são capazes também de ajudar a prevenir as temidas escaras, causadas em pacientes que ficam deitados ou sentados muito tempo na mesma posição.

Apesar do nome, as camas hospitalares podem ser utilizadas durante internação no hospital ou em casa, em sistema conhecido como home care.

As camas articuladas podem ser utilizadas em situações exclusivamente de conforto e segurança,  assim como para acomodar pacientes com nível de consciência reduzido.

Também são utilizadas para reduzir a falta de ar, prevenir a aspiração de líquidos e secreção, melhorar a circulação nos membros inferiores e diminuir edemas, entre outras finalidades.

 

Como escolher a cama hospitalar

Modelos

Há diferentes modelos de cama hospitalar, mas os tipos mais comuns são:

  • Cama elétrica com elevação;
  • Cama elétrica sem elevação;
  • Cama articulada manual.

As variações de modelo estão relacionadas, principalmente, às diferenças entre as dimensões da cama, tipo de material da estrutura e do colchão.

Os modelos também se diferenciam em relação ao tipo de freio e tipo de articulação do estrado (bipartido, tripartido ou quadripartido para posição Fowler, Semi-fowler ou Vascular).

Outras variações possíveis nos modelos são se a cama tem rodas ou não, se tem rebaixamento e elevação do leito, se tem grade de proteção lateral ou não e se são fixas ou removíveis.

Há ainda detalhes de acabamento e acessórios, como suportes para hastes de infusão, alarmes de freio, luz noturna etc.

Tamanhos

As medidas das camas hospitalares padrão, conforme critérios da ANVISA são 1,90m de comprimento e 0,90m de largura, podendo haver pequenas variações de um fabricante para o outro.

Ajustes

Para maior conforto do acamado, facilitação das atividades dos cuidadores e praticidade na atuação da equipe médica e de enfermagem, a maioria das camas hospitalares permite uma série de ajustes para adaptar o equipamento às necessidades e rotina de cada paciente.

Os ajustes mecânicos ou elétricos mais comuns, dependendo de cada modelo, são:

  • Ajuste de altura de grades de proteção laterais;
  • Ajuste de apoio das panturrilhas;
  • Remoção de barreiras laterais;
  • Ajuste  de altura do estrado;
  • Ajuste de inclinação lateral;
  • Ajuste de apoio das costas;
  • Ajuste de apoio das coxas;
  • Ajuste de cabeceira;
  • Extensão da cama;
  • Ajuste de peseira.

Estes ajustes podem ser feitos por meio de manivelas manuais ou por controle remoto, dependendo do modelo da cama.

As camas hospitalares são itens fundamentais na recuperação e no bem-estar de pacientes acamados, principalmente em ambiente domiciliar.

O avanço da ciência e da tecnologia possibilitou o desenvolvimento de camas articuladas mais resistentes, confortáveis e com design similar ao mobiliário doméstico.

Isso favorece a melhora dos pacientes através de estímulos físicos adequados e da influência que a aparência da cama tem na percepção dos acamados.

Agora que você já sabe quais são os tipos de cama hospitalar disponíveis no mercado, verifique o modelo mais adequado para seu familiar consultando um médico ou uma loja especializada em artigos de bem-estar e saúde.

Quer saber mais sobre camas hospitalares? Leia outros posts no nosso blog.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *