Saiba como funciona o lençol térmico

O lençol térmico é uma agradável solução nas noites de frio, é um produto muito utilizado em países europeus onde o frio é mais intenso e mais prolongado. Aqui no Brasil é mais utilizado na região sul, em cidades como Curitiba, por exemplo, o uso do lençol térmico é bastante popular.  Porém também pode ser utilizado, lençol elétrico, para fins terapêuticos independentemente do clima da região, neste caso é usado por pessoas que sofrem com problemas de coluna devido ao relaxamento muscular e alívio da dor que o lençol proporciona.

O lençol térmico tem um mecanismo de funcionamento relativamente simples, onde que um fio de cobre atua como uma resistência elétrica produzindo calor, essa resistência esta envolvida por duas camadas de lençol uma superior e outra inferior, o calor gerado na resistência é transferido para o tecido. Esse fio de cobre de acordo com as exigências do INMETRO deve ser encapado para evitar o contato com o tecido do lençol e muito menos com a pele evitando acidentes, outro aspecto importante do lençol elétrico é o fato de que a potência do aparelho não permite um aquecimento intenso, variando entre 37 a 41° C.

Na hora da compra muitas pessoas ficam em dúvida em relação à segurança e qualidade do produto, e não é para menos, afinal estamos falando de um equipamento elétrico, lençol térmico. O fato é que algumas características do produto e forma de usá-lo diminuem o risco de acidentes, por exemplo, certifique-se de o produto tem a certificação do INMETRO, verifique se a tomada elétrica está funcionando de acordo, preferencialmente ligue direto na tomada ao invés de extensão ou “T”, verifique a voltagem do aparelho, pois, a maioria dos produtos fabricados não é bivolt, evite dobrá-lo, pois isso pode superaquecer e queimar o equipamento, também para se evitar superaquecimento recomenda-se não usar muitos cobertores sobre o lençol térmico.

Como a temperatura máxima do lençol térmico é de aproximadamente 41° C não oferece risco de queimar a pele, portanto pode-se inclusive deixa-lo funcionando a noite toda.

OrtoBraz

www.ortobraz.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *